IBGEN:: Cursos de Graduação, MBA e Pós-Graduação em Porto Alegre

Curso: Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais

O curso superior de tecnologia em Processos Gerenciais da Faculdade IBGEN está apto a formar profissionais que irão se destacar no mercado, com o  entendimento das diferentes dimensões organizacionais.

[Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais]

Como é o curso superior de tecnologia em Processos Gerenciais da Faculdade IBGEN?

Objetivo:

O curso superior de tecnologia em Processos Gerenciais da Faculdade IBGEN visa à formação de um profissional preparado para a gestão de uma organização, com competências e atribuições muito próximas às exigidas ao Administrador de Empresas, porém com um enfoque maior nas rotinas gerenciais. Tendo como missão formar um gestor de alto desempenho, capaz de atuar nas rotinas operacionais, bem como nas ações estratégicas, de forma integrada, buscando a melhoria organizacional de forma sustentável.

 

O futuro profissional:

Durante todo o curso o aluno terá contato com o trabalho nas organizações, caracterizando-se como um ponto diferencial e inovador de grande relevância no currículo do curso superior de tecnologia em Processos Gerenciais da Faculdade IBGEN. Ao fim do curso o Tecnólogo em Processos Gerencias será capaz de:

  • administrar organizações, atuando diretamente sobre: materiais, recursos humanos, patrimônio, informações, recursos orçamentários e recursos tecnológicos;
  • administrar sistemas e processos;
  • elaborar e controlar a implementação do planejamento organizacional, apresentando propostas de programas e projetos e definindo metas e indicadores;
  • implementar programas e projetos, avaliando sua viabilidade, identificando fontes de recursos e traçando estratégias de implementação e acompanhamento;
  • promover melhoria operacional, através da análise da estrutura organizacional, estudos de métodos e processos, elaboração de normas e procedimentos e melhores rotinas de trabalho;
  • avaliar o desempenho organizacional, através de metas e indicadores, indicando programas e projetos de melhoria.

Calendário Acadêmico 2016 - 01.08.16

 

Mensalidade

Consulte aqui.

 

Documentos para Matrícula:

 

  • Foto 3 x 4 e Documento de Identidade (original e cópia).

  • Certidão de Nascimento ou Casamento (original e cópia).

  • Certificado de Reservista para candidatos do sexo masculino (original e cópia).

  • Título de Eleitor (original e cópia), com comprovante de cumprimento do exercício de voto.

  • CPF próprio e CPF do responsável legal, no caso de candidato ser menor de idade (original
    e cópia).

  • Histórico Escolar do Ensino Médio ou equivalente (original).

  • Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou equivalente (original).

  • Comprovante de residência (original e cópia).

 

*Excepcionalmente, para os candidatos classificados, concluintes do Ensino Médio ou Curso equivalente que ainda não tiverem consigo o Certificado de Conclusão de Ensino Médio ou equivalente e correspondente Histórico Escolar, fornecido pela Escola de origem, é permitida a realização de matrícula provisória, desde que seja apresentada declaração de “aluno formando”, redigida e assinada, pela direção da escola de origem, em papel timbrado da Instituição.

 

Candidatos classificados ingressantes pelo ENEM devem apresentar no momento da matrícula o Boletim de Desempenho do ENEM, além dos documentos mencionados acima.

Funcionário de empresa parceira deve trazer declaração de vínculo empregatício expedido pelo departamento de RH de sua empresa.


ATENÇÃO: a não apresentação de quaisquer dos documentos anteriormente relacionados implica a não aceitação da matrícula do candidato classificado.

Bolsas

>

Bolsa Alto Desempenho no ENEM

Os alunos que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM, receberão bolsas de estudos conforme seu desempenho na prova, confira tabela abaixo: 

NOTA MÉDIA NO ENEM

BOLSA

Entre 500 e 550 pontos*

10% 

Entre 551 e 600 pontos*

15%

Entre 601 e 650 pontos*

20%

Entre 651 e 700 pontos*

30%

Acima de 700 pontos*

50%

 *O cálculo para se chegar ao desempenho do aluno no ENEM será feito pela média das pontuações obtidas em cada área do conhecimento.

>

PROUNI

Programa de Bolsas PROUNI:

O IBGEN - Instituto Brasileiro de Gestão de Negócios aderiu ao Programa Universidade para Todos, do Ministério da Educação.

O ProUni é destinado à concessão de bolsas de estudo integrais e bolsas de estudo parciais de cinqüenta por cento (meia-bolsa) para cursos de graduação.

Podem participar do PROUNI:

  • Estudante que tenha cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada na condição de bolsista integral.
  • Estudante portador de necessidades especiais.
  • Professor da rede pública de ensino que se candidate a cursos de licenciatura destinada ao magistério e à educação básica e pedagogia, independente da renda.

Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deverá ter renda per capita familiar de, no máximo, um salário mínimo e meio e para as bolsas parciais, de no máximo três salários mínimos. Pelo sistema ProUni, a seleção é feita pelo resultado do ENEM.

Informe-se pelo site http://prouniportal.mec.gov.br

>

UNIPOA

 

O IBGEN mantém convênio com a Prefeitura de Porto Alegre para oferta do UNIPOA. São bolsas de 50% para os diversos cursos da Faculdade IBGEN. Os requisitos para concorrer à bolsa UNIPOA são:

  • Ser brasileiro;
  • Morar no Município de Porto Alegre;
  • Ter renda familiar mensal per capita não superior a três salários mínimos nacionais (para bolsas parciais);
  • Ter concluído o Ensino Médio;
  • Não ser diplomado em outro curso de nível superior;
  • Ter realizado provas do ENEM em um dos últimos três anos.(acesse seu boletim de desempenho aqui: 2013 e 2014 ou 2015)

As inscrições ocorrem EXCLUSIVAMENTE on-line, por meio de preenchimento de formulário. Acesse o Formulário de inscrição AQUI.

Acesse as informações completas aqui.

 

 

 

Descontos

Financiamentos

>

FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil(Fies) é um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em cursos superiores não gratuitas na forma da Lei 10.260/2001. Podem recorrer ao financiamento os estudantes matriculados em cursos superiores que tenham avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação.

Em 2010, o FIES passou a funcionar em um novo formato: a taxa de juros do financiamento passou a ser de 3,4% a.a., o período de carência passou para 18 meses e o período de amortização para 3 (três) vezes o período de duração regular do curso + 12 meses. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) passou a ser o Agente Operador do Programa para contratos formalizados a partir de 2010. Além disso, o percentual de financiamento subiu para até 100% e as inscrições passaram a ser feitas em fluxo contínuo, permitindo ao estudante o solicitar do financiamento em qualquer período do ano.

A partir do segundo semestre de 2015, os financiamentos concedidos com recursos do Fies passaram a ter taxa de juros de 6,5% ao ano com vistas a contribuir para a sustentabilidade do programa, possibilitando sua continuidade enquanto política pública perene de inclusão social e de democratização do ensino superior. O intuito é de também realizar um realinhamento da taxa de juros às condições existentes no ao cenário econômico e à necessidade de ajuste fiscal.

FONTE: http://sisfiesportal.mec.gov.br/fies

já decidi meu curso quero me inscrever

Ainda tem dúvidas? Envie uma mensagem que retornaremos o mais rápido possível.

[Aguarde, carregando...]